QUEM SOMOS

SOBRE A
USINADEARTE

Reativada pela arte, Usina Santa Terezinha impulsiona um novo ciclo de desenvolvimento na Zona da Mata

A Usina de Arte surge como um instrumento de renovação. Uma provocação para ressignificar o passado e redesenhar as perspectivas de futuro. Um ajuste de foco, em que a decadência da monocultura canavieira dá lugar à potência plural e transformadora da arte

Antigo ícone da indústria sucroalcooleira no estado, a Usina Santa Terezinha passa a abrigar um parque artístico-botânico e impulsiona uma nova forma de ocupação ambiental, econômica e cultural da região.

Propriedade da família Pessoa de Queiroz, a usina começou a operar em 1929 e chegou a ser a maior produtora de álcool e açúcar do país nos anos 1950. Localizada no município de Água Preta, Zona da Mata Sul de Pernambuco, tinha uma ferrovia própria, que chegou a ter aproximadamente 100 quilômetros de estradas de ferro, 21 locomotivas e mais de uma centena de vagões, utilizados para o transporte de cana, açúcar e álcool.

Em 1998, atingida por grave crise, a usina encerrou suas atividades de moagem. Quase duas décadas depois, o cenário de falência e estagnação deu lugar a uma efervescente paisagem artística. A usina voltou a moer. Só que, desta vez, passou a produzir ideias. Surgia a Usina de Arte.

FUTURO SUSTENTÁVEL

A terra, o maquinário e as instalações físicas da antiga usina foram convertidos em ateliês, galerias, salas de aula: espaços para a criação, produção e exposição da arte, em diálogo com a fauna e a flora locais.

Criou-se um projeto de residências artísticas de caráter internacional, com a produção de obras que interagem diretamente com a natureza e passam a compor uma exposição permanente e orgânica, sempre em construção.

Paralelamente, teve início um trabalho de reflorestamento e recuperação do habitat de animais silvestres da região, com o objetivo de reverter o desgaste sofrido por décadas de uso da terra para pasto e lavoura de cana.

Também foi desenvolvido um calendário regular de eventos culturais, cursos e oficinas, oferecendo aos moradores da região novas possibilidades de realização pessoal, trabalho e renda.

Para os estudantes das escolas locais, foi implantado um programa de estágios, com treinamentos vinculados às atividades desenvolvidas pela Usina de Arte, tanto no campo da arte como da botânica.

Com esse conjunto de ações, a Usina de Arte busca provocar o poder criativo da população de Santa Terezinha e abrir oportunidades de desenvolvimento sustentável para a comunidade, a partir da quebra de paradigmas historicamente consolidados na região.

APOIOS E PARCERIAS

A Usina de Arte é gerida pela Associação Sociocultural e Ambiental Jacuípe, organização sem fins lucrativos formada por Ricardo Pessoa de Queiroz, Bruna Pessoa de Queiroz, Amadeu Pessoa de Queiroz, Bárbara Maranhão e José Rufino.

O projeto tem o apoio do Conservatório Pernambucano de Música, Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães e Sebrae. Entre os parceiros locais, estão Rádio Campestre, Colégio Avançar, Escola Municipal Severino Canto, Grupo Escolar João Vicente de Queiroz e Colégio Municipal Terezinha Pessoa de Queiroz.

COMO COLABORAR

O trabalho da Usina de Arte se viabiliza e se multiplica por meio da colaboração de pessoas físicas e de instituições públicas e privadas. Participe desta transformação. Venha nos visitar.

GALERIA DE IMAGENS

Usina Santa Terezinha - Foto: Andréa Rêgo Barros

Antiga locomotiva da Usina Santa Terezinha. Foto: Divulgação.

Casa Imaginária. Foto: Andréa Rêgo Barros.

Festival Arte na Usina Safra 2015 - Oficina de fotografia com Camila Leão - Foto: Andréa Rêgo Barros

Festival Arte na Usina Safra 2016 - Show de Siba - Foto: Andréa Rêgo Barros

Parque Artístico-Botânico: chegada de novas espécies - Foto: Maria Chaves

Casa Grande - Foto: Adeildo Leite

INSTAGRAM
@USINADEARTE

WordPress Image Lightbox